Demo text box

É um espaço aberto aos amantes e praticantes do desenho de observação, nascidos ou residentes na Região Autónoma da Madeira, que queiram partilhar os desenhos/sketches que realizam em folhas, blocos, cadernos de viagens, ou em diários gráficos.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

O perfeccionista

Isto deveria ser objecto de reflexão para aqueles perfeccionistas enigmáticos incapazes de aprender através de cada momento que se vive. O seguinte trecho maravilhou-me com o descascar do tipo de atitude perfeccionista que realmente pode prejudicar o nosso trabalho, a nossa liberdade de ser, a capacidade de aprender, e qualquer possibilidade de encontrar satisfação em cada dia.

De Samantha Groenestyn, The Duchess:
"(...) Naquele bradar de lamentos, terminando com o repulsivo 'Eu sou um perfeccionista!',  é daquelas desculpas virtuosas por não completar um trabalho, ou na sua falta, mesmo de começar, por achar não poder colocar outras coisas de parte e passar ao que se segue. Devo lembrar que o perfeccionismo pode ser desastroso porque começa com o final, e injustamente, esse produto final é pesado como tendo mais valor que o processo em lá chegar. Não querendo afirmar com isto que o resultado de um trabalho seja irrelevante, dado que por último, a nossa aspiração é de contribuir no melhor das nossas habilidades com feitos que suscitem prazer e que façam história. Mas o artista deverá levar tanto o fim como os meios em conta. Em segundo lugar, devo dizer que, se for pra se dar algum mérito ao perfeccionismo, que seja uma busca privada no pensamento e nos métodos de trabalho. Pois deveremos ser capazes de avaliar o nosso ofício numa implacável auto-reflexão a fim de melhorar em vez de ficar preso e paralisado com uma série de auto críticas. Não me parece que esta atitude deva tão pouco ser divulgada num pedinchar pela validação dos outros. (...) Aprender a arte é um acto físico; prende-se ao construir e não ao teorizar. Essa perspectiva do acabado, polido, perfeito, pode inibir a exploração, o correr riscos, e mesmo quebrar o hábito regular de simplesmente desenhar. (...)"
2014, com esferográficas.

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Dia 27 de setembro, a partir das 14h30, vamos ter o primeiro encontro em simultâneo por diversas cidades do país.
Em parceria com a Direção-Geral do Património Cultural, os Urban Sketchers portugal vão integrar o programa das Jornadas Europeias do Património Cultural.
No Funchal o encontro é no Museu Quinta das Cruzes.

Estamos de volta! Museu Quinta das Cruzes (Funchal)

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Durante dogsitting

Tenho de fazer estes registos do Nico. 
Ainda é pequenino, com cerca de 3 meses, e aproveito para esboçar durante os seus longos sonos. Ainda assim, ele muda de posição a cada par de minutos.

Nico
Esta Primavera plantei duas variedades das nossas couves portuguesas—a galega e a tronchuda.
Possuo apenas o parapeito das janelas como espaço com luz natural para as plantas.
Plantei a mais, julgando que neste clima não teria grande sorte com os rebentos. Qual quê... da mão cheia de sementes que atirei para a terra, todas nasceram.
... Agora ando a oferecê-las. E vão duas para os donos do Nico.
Couve Tronchuda

Alguém a jardinar

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Homenageando o professor Celso Caires



Homenageando o Professor Celso Caires.
Desenhos realizados no primeiro encontro dos sketchers madeira (urban sketchers portugal-madeira), a 3 de Abril de 2011 na ponta do Sol (Madeira).
 

sábado, 10 de maio de 2014

Novo material

Recebi hoje novo material. Desde que me tornei Vegan, tenho andado a mudar o meu material de arte, aos poucos e poucos. Não consegui resistir apesar de ter um dia super ocupado e esbocei estes cogumelos.



segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Lírios da Paz

Planta que conheço pelo nome de velinhas.
Spathiphyllum ou Lírio da Paz
barra de grafite 9B e lápis branco sobre papel Kraft, 21x10,5 cm

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

CASTANHEIRO

Portland Square e um desenho rapidissimo de um castanheiro

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Por estes lados...

Estou a tentar organizar um grupo de Urban Sketchers por este lado e a maneira mais fácil de fazê-lo foi criar uns workshops.
Aqui está umas fotos de hoje:




domingo, 1 de setembro de 2013

Era o que tinha à frente

5 a 10 minutes, sem me demorar muito ali sentada, pois que a intenção era caminhar.

grafite, lápis de cor e cores de feltro sobre papel A6

sábado, 31 de agosto de 2013

Ao calhas

Era isto entre um amontoado em cima da mesa da sala.
técnica mixta sobre papel A6

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Dois lustres



grafite 2B e 4B, lápis branco e marcadores PITT artist pen,
sobre cartolina.



grafite 2B e 4B,
sobre papel.

As fotos foram tiradas só depois dos esboços feitos.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Agosto

Neste mês sente-se um descanso, livre da multidão que vai passar férias para sítios com maiores massas de gente. Dá pra se notar que não aprecio ajuntamentos...



domingo, 28 de julho de 2013

 Museu de Arte Contemporânea / Fortaleza S. Tiago


 Pascal desenhando


Escadaria 

X encontro- Museu de Arte Contemporânea/Fortaleza S. Tiago

 Gilberto Soares e Pedro Karpens Diogo


 Pascal


 Filipa Sousa


 Miguel Pestana


 Rui Soares


 Martinha Fernandes


 Fabian Contreras


 Oleksandr Goncharov


 Marco Freitas


 Fantasma


Fantasma 2


Realizou-se no Museu de arte Contemporânea , Fortaleza S. Tiago no dia 22/06/2013, o X Encontro. Foram dez os participantes, sem contar com os 2 fantasmas.